terça-feira, 30 de outubro de 2012

Meu pequeno ANDOU - por uma noite


Vocês não imaginam a minha felicidade em ver o João andar. Foi bom demais....Mas durou só uma noite. Não entendeu? Vou repetir: FOI SÓ POR UMA NOITE. Calma gente, vou contar direitinho como foi: na última semana de setembro, dia 26/09 fiquei de noite lá na mãe, e o Branco foi pro futebol. O João já estava desde que completou um ano andando super bem, mas não tinha quem fizesse esse menino largar da mão. Sim ele andava segurando num único dedo nosso, mas não largava de maneira alguma. Nessa noite ele resolveu largar o dedo e começou a andar sozinho, primeiro na sala e depois no quarto da mãe. Cada vez indo um pouquinho mais longe. Filmei, fiz festa, fiquei completamente boba, e mandei o vídeo pro papai pra contar a novidade. Quando o papai chegou em casa o João já estava dormindo, mas ele queria que eu contasse como foi cada passo. Beleza, todo mundo feliz, noticia se espalhando, video pro dindo, pra dinda e tudo mais. OBA o João está andando. Na manhã seguinte acordei com o Branco sentado na cama, quase respirando em cima do João (ele vai pra minha cama de manhã lembram?). Minha primeira frase do dia foi:
-Não acorda ele, depois ele fica renando a manhã inteira e tem sono na hora do almoço.
- Eu não vou acordar ele, só estou olhando.
Como ele não pretendia acordar o João, ele foi ao banheiro somente umas trinta vezes, foi pra cozinha, voltou, botou sapato, voltou, abriu torneira, puxou descarga, fez de tudo, até que "finalmente" o João acordou.  Juro, eu queria muito ter uma câmera na mão nessa hora. Quando o João abriu os olhos o Branco colocou ele no chão e disse:
-O menino do papai tá andando, anda, o papai quer ver!!!
Serio, não estou inventando foi bem assim, e o que o João fez? Começou a chorar é claro e não deu mais nenhum passo sozinho por uma semana. Juro, nenhum passo sozinho por uma semana. Até que dia 1/10 ele tomou coragem e foi em frente com sua super caminhada no jardim. E daí não parou mais. Lá em casa ele anda por tudo, o tempo inteiro, da sala pra cozinha, pros quartos, de volta pra sala, até alguem abrir a porta e ele ir pra rua. Dai a festa recomeça. Vai na pedrinha, volta, vai pra lavação, volta arrastando uma vassoura (brinquedo favorito do momento vassoura e rodo), faz o que bem quer, e eu como boa mãe, faço o que ele quer: ou seja, corro atrás dele o tempo inteiro. Mas não tem problema, estamos adorando ver nosso menino crescendo e indo em frente. Gostaram? Beijos daqui a pouco tem mais.

video
Andando na vovó, naquela noite


video
Uma semana depois, fazendo a festa no jardim

Nenhum comentário:

Postar um comentário